Você gosta dos vestidos flamencos? Te fascina os leques, os brincos grandes, os babados e as bolinhas?

Roupas chamativas, música, dança atraente, castanhola, Espanha.

A típica roupa andaluza de hoje em dia, é a mesma que usavam as ciganas no passado, e está caracterizada pelas suas cores alegres, babados e bolinhas.

A roupa flamenca era composta por um vestido modesto, de maneira parecida como se vestiam as camponesas, além de usarem bijouterias ou pulseiras vistosas e uma flor no cabelo. Hoje, com a modernização e a influência francesa, pode-se perceber acessórios e vestidos com cores bem vivas e atraentes. Muito se vê do vermelho.
Os vestidos são muito justos e com grandes babados nas pontas. O penteado também é fundamental para a composição do todo, deixando o conjunto mais completo.

Antigamente, em Sevilha, os homens iam para a feira, onde eles comerciavam com o gado e as mulheres camponesas os acompanhavam vestidas em vestidos de chita com babados. Este vestido, rapidamente, foi adotado como indispensável para a roupa Feira de Abril.
Atualmente as senhoras das classes mais ricas usam o vestido de flamenco para visitar o centro de exposições todos os anos. O traje é acompanhado com mantilhas e um pente específico que antigamente eram feito da concha de tartaruga, mas hoje são feitos com materiais sintéticos.

As mantilhas têm origem em cocares e véus das mulheres ibéricas e árabes. Em seguida, no século XVII começam a se usar um de encaixe e até o século XVIII foram usados pelas mulheres da região. No século XIX, torna-se em um vestuário distinto e usado por rainhas e nobres.

Ao longo dos anos, as dançarinas adotaram este vestido como próprio para o palco, decorando-o com ornamentos, tecidos, rendas, xales… É uma moda em constante evolução. Tem épocas em que os vestidos são mais curtos, em outras que são mais longos, as joias mudam de formas…
Mas a essência permanece a mesma.
Você sempre reconhecerá um vestido de flamenco quando vê-lo.

Como vestir se flamenca